o riachense

SŠbado,
13 de Julho de 2024
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Atlético afunda-se na tabela

Enviar por E-mail Vers√£o para impress√£o PDF

3¬™ Divis√£o Nacional ‚Äď S√©rie D
O Atl√©tico Riachense continua sem acertar as agulhas e vai caindo tabela abaixo, ocupando agora a pen√ļltima posi√ß√£o com um √ļnico ponto conquistado em quatro jogos e apenas √† frente do Gin√°sio de Alcoba√ßa que regista tr√™s derrotas em outros tantos jogos.

O panorama n√£o est√° a ficar nada famoso para Meszaros e os seus pupilos. Na quinzena que passou foram duas vezes derrotados, ambas em casa. Primeiro pelo Tocha com um esclarecedor 4-0 e no domingo que passou foi o Marinhense que veio a Riachos fazer estrago.
Em cinco jogos oficiais, contando com o da Taça de Portugal, os alvi-negros marcaram apenas um golo, no jogo com o Peniche.
√Č muito pouco, mesmo para uma equipa constitu√≠da na sua maioria por jovens. H√° jogadores bons na equipa, n√£o temos d√ļvidas disso, mas falta-lhes muita coisa para singrarem no futebol. E o que mais se nota √© que aparentam nem sequer se saber posicionar em campo. Os erros, ao princ√≠pio compreens√≠veis, come√ßam a tornar-se demasiado recorrentes. O futebol apresentado, √© preciso diz√™-lo, n√£o tem qualidade e a efic√°cia √© nula.
Na série D quem comanda é o Pampilhosa que, mesmo folgando neste domingo acabou por ganhar indirectamente aos principais adversários que não foram além do empate, como foi o caso do Benfica de Castelo Branco frente ao Beneditense, do Sp. Pombal no Bombarral e do Peniche na Tocha.

Domingo é o Alcobaça
No pr√≥ximo domingo o Atl√©tico volta a jogar em casa, desta vez com o lanterna vermelha, o Gin√°sio de Alcoba√ßa. √Č uma ocasi√£o soberana para alcan√ßar o primeiro triunfo da prova e come√ßar a aliviar a equipa das sombras cinzentas que sobre ela pesam.

 
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opini√£o

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, sen√£o concorro!

 

Jo√£o Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria