o riachense

Tera,
05 de Julho de 2022
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Nova Comissão Administrativa do Atlético garante a gestão corrente até Março

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Fumo branco (às riscas pretas) uma semana depois do fim do mandato


O problema da sucessão directiva do Atlético ficou solucionado até final de Março do próximo ano, com a constituição de uma nova Comissão Administrativa (CA) formada na sessão da Assembleia-geral realizada a 7 de Julho passado.
A referida comissão integra vários elementos da comissão anterior que cessou funções a 30 de Junho, acrescidos de novos nomes para garantir o funcionamento do clube.

João Carlos Maurício, que transita da comissão anterior, assumirá o papel de presidente da nova comissão, e contará com a colaboração de José Júlio Ferreira, principal rosto da comissão cessante, e José Luis Jacinto, que transita de presidente da Assembleia-Geral para a actual Comissão Administrativa, como figuras centrais da gestão do clube.
No total são cerca de dezena e meia de sócios que compõem a CA, com as tarefas divididas entre eles. Luís Carlos Dias, João Paulo Madeira e Valter Inácio, são os responsáveis pelo futebol sénior, como, de resto, já estava decidido anteriormente. Francisco Ventura será o coordenador de todo o futebol jovem, onde terá o apoio de Paulo Conde e Ricardo Faria, entre outros.
Carlos Amado Lopes mantém-se como responsável maior do futsal masculino e a secção de atletismo manterá como principais rostos, José Mota (Zé Francês) e António Paulo Farinha. António Francisco Farinha, na tesouraria, António Júlio Pacheco, Manuel Pacheco, Mário Batista e Diamantino Maurício integram também a Comissão Administrativa, embora estes últimos não tenham, por enquanto, tarefas específicas.
A mesa da Assembleia-geral será presidida por Jorge Pereira, antigo presidente do Atlético, que terá a acompanhá-lo António Augusto Coelho e José Luís Tomé que transitam do mandato anterior.

Apresentação do plantel no dia 31


O plantel do futebol sénior, quase totalmente remodelado, como se tem dado conta, será apresentado publicamente no dia 31 de Julho, às 19 horas no parque 25 de Abril, junto à igreja, numa sessão onde não faltarão os petiscos e umas imperiais para os associados que ali compareçam.
Os trabalhos de preparação começam no dia seguinte (1 de Agosto) com o primeiro treino do novo grupo de atletas às ordens do treinador Meszaros.
Seguir-se-ão depois quatro semanas de trabalho intensivo até ao primeiro jogo oficial da nova temporada, que será a primeira eliminatória da Taça de Portugal, agendada para o dia 28 de Agosto. O campeonato começa a 3 de Setembro.
Mezsaros, o treinador principal, e Pedro Monserrate, treinador adjunto, têm pois muito trabalho pela frente até conseguirem formar e dar consistência a uma equipa que lhes garanta uma boa prestação no nacional da 3.ª divisão.
O plano de jogos de preparação ainda não está totalmente definido, até porque as equipas da região vão todas começar a sua preparação mais tarde, dado que os campeonatos distritais também têm o seu início mais lá para a frente. No entanto, as datas dos jogos de preparação estão acertadas e alguns adversários também.
Assim, o primeiro jogo é na Ponte de Sor, frente ao Eléctrico, no dia 4 de Agosto. A equipa pontessorense foi despromovida à 3.ª divisão nacional na época passada. No dia 6 está previsto outro jogo com adversário ainda a designar e no dia 10 ou 11 é vez do Eléctrico se deslocar a Riachos em jogo de retribuição.
Nos dias 13 e 17 de Agosto, o adversário será o CADE (juniores) e no dia 20 teremos o jogo de apresentação aos sócios, em que o adversário será o Monsanto (2.ª nacional).
No dia 25 será a vez de defrontar o Ferroviária, de Entroncamento, e no dia 30 o opositor será o Ouriense que fechará o ciclo de jogos de preparação. Nesta data já o Atlético se terá estreado na edição deste ano da Taça de Portugal contra um adversário ainda não conhecido, uma vez que o sorteio só se realizará no início de Agosto.

O objectivo é a permanência


Apesar das dificuldades provocadas pela razia do plantel, os dirigentes riachenses procuraram garantir um plantel minimamente equilibrado, com muitos jovens de clubes da nossa região a acrescer à meia dúzia de jogadores sobrantes da época passada e a alguns mais experientes que vêm para garantir solidez ao grupo.
Guarda-redes: Ricardo (ex-U. Tomar), Vitor Bernardes (ex-Pego) e Cláudio. Defesas: Milú (regressa após um ano de paragem), Paulito e Lucas, que renovaram, Gonçalo e Rosa (ambos ex-juniores do CADE), Diogo Mateus (ex-Tramagal), Tiago Godinho (ex-Goleganense) e Leandro (ex-Assentis). Médios: Diogo Dias (ex-Assentis), Prates (ex-júnior do CADE), Marco Alemão (ex-Mação), Paulo Jorge (ex-Pego), João Lourenço (ex-Ferroviários) e Telmo (ex-Pego). Avançados: David, que renovou e Daniel Pires (ex-Ferroviários). Bruno Araújo e Pedro Graça (ex-Torres Novas) vão fazer a pré-época no Fátima e só lá mais para a frente se saberá envergarão a camisola alvi-negra.
Existe ainda pré-acordo com mais alguns jogadores mas, provavelmente, só serão divulgados no dia da apresentação.

 
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opinião

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, senão concorro!

 

João Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária