o riachense

TerÁa,
05 de Julho de 2022
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Justiça ao cair do pano

Enviar por E-mail Vers√£o para impress√£o PDF

Foi perante uma boa moldura humana, que Atlético e U. Tomar se defrontaram em Riachos, num jogo sempre aguardado. Ainda desfalcado de quatro jogadores importantes, todos por lesão, o técnico Frederico Rasteiro repetiu o onze da semana transacta.

 

Na primeira parte assistiu-se a um bom jogo, com situa√ß√Ķes de perigo junto das duas balizas, contudo nenhuma equipa se superiorizou, n√£o se estranhando por isso o nulo ao intervalo.

No rein√≠cio, o t√©cnico alvi-negro, lendo bem o jogo, fez duas altera√ß√Ķes que mexeram, e de que maneira, com a equipa. Tal como na jornada anterior, entraram Miguel Luz e Nuno Paulo para os lugares dos apagados Paulito e Marco Gomes. O Atl√©tico come√ßou ent√£o a demonstrar outra atitude e assumiu o controlo da partida. S√≥ que aos 52', na √ļnica vez que a equipa nabantina chegou √† √°rea advers√°ria, Pedro Galrinho cometeu uma infantilidade ao fazer falta sobre Pinto dentro da grande √°rea. No entanto, Quim desperdi√ßou o penalti, atirando para fora.

A partir deste lance, o Atlético subiu ainda mais de produção, aparecendo nesta altura o guardião Ricardo que com grandes defesas foi evitando o golo riachense, após remates de Bruno Lemos, Luís Carlos, Leandro e Marco Neves.

Aos 57', Nuno Paulo, atirou de cabeça uma bola com estrondo à barra. Só que no melhor pano cai a nódoa e aos 88', quando já se pensava que o Atlético iria empatar novamente, Marco Neves, na meia esquerda, rematou forte e Ricardo, atrapalhado por um colega, não conseguiu evitar o golo, ficando muito mal na fotografia.

Foi com uma vit√≥ria justa, mas "arrancada a ferros" que o Atl√©tico venceu o U. Tomar. Destaca-se a exibi√ß√£o fabulosa de Moita, que tacticamente √© o melhor jogador do plantel, contudo nesta partida, mostrou-nos uma outra faceta. Perante as limita√ß√Ķes f√≠sicas not√≥rias de Bruno Lemos e Carioca ainda fora de forma, Moita 'carregou' com a equipa √†s costas, jogando e fazendo jogar. Quanto ao trio de arbitragem, tecnicamente esteve impec√°vel, nada a dizer no pen√°lti assinalado contra o Atl√©tico. Contudo, disciplinarmente esteve infeliz, com claro preju√≠zo para a equipa da casa.

 

Carlos Pereira

Actualizado em ( Quarta, 23 Setembro 2009 15:28 )  
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opini√£o

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, sen√£o concorro!

 

Jo√£o Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria