o riachense

SŠbado,
13 de Julho de 2024
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

A Breve Circuito tem crescido a poupar dinheiro aos agricultores

Enviar por E-mail Vers√£o para impress√£o PDF
Em 2009, após a saída da TVE para Angola, Paulo Pereira resolveu ficar e afinar a mira: os agricultores passaram a ser os seus principais clientes, enquanto as empresas especializadas no sector da construção tinham de ir à procura de novos mercados.
Depois de tr√™s anos no Entroncamento, a Breve Circuito veio para Riachos, onde adquiriu as antigas instala√ß√Ķes da Retrom√°quina de modo a ficar mais pr√≥ximo dos campos agr√≠colas, onde instala sistemas de rega e de bombagem com efici√™ncia energ√©tica, bem como o novo epicentro do crescimento da empresa: os pain√©is fotovoltaicos, que constituem j√° perto de 50% das encomendas da empresa. O trabalho √© todo no centro e, cada vez mais, no sul do pa√≠s.
‚ÄúO sol √© o caminho‚ÄĚ, postula Paulo Pereira. Quando os fotovoltaicos estiverem generalizados em Portugal, ‚Äúa agricultura ficar√° mais competitiva do que no norte da Europa‚ÄĚ. L√° chove, n√£o √© preciso rega; c√° temos o sol, n√£o √© preciso comprar energia.
Al√©m da necess√°ria renova√ß√£o das estruturas el√©ctricas das explora√ß√Ķes de regadio, a maior parte feitas h√° mais de 15 anos, quando a energia era barata, a efici√™ncia energ√©tica e a redu√ß√£o de custos com a electricidade s√£o o mote que capta a aten√ß√£o dos clientes. ‚ÄúOs agricultores v√™em uma grande diferen√ßa. Ficam auto-suficientes na electricidade‚ÄĚ, afirma Paulo Pereira, que diz que a m√©dia do retorno do investimento dos agricultores √© de seis anos, dois anos se tiverem apoios do PRODER. Normalmente, a fatia da energia no total das despesas das explora√ß√Ķes agr√≠colas s√£o uns significativos 10%, que podem ser bastante reduzidos com os adequados equipamentos de efici√™ncia energ√©tica, que permitem a diminui√ß√£o do consumo nas horas de ponta e contratar pot√™ncias mais baixas.
Prova da aposta ganha é o facto de, no final do primeiro semestre deste ano, a Breve Circuito já ter atingido o nível de facturação que atingiu em todo o ano de 2012. Afinal, a agricultura é das poucas áreas do país que não está em retrocesso. 
O empres√°rio reparte o m√©rito com os trabalhadores, ao dizer que a sua equipa merece a estabilidade que est√° a ser conseguida pela empresa. Neste momento tem 14 trabalhadores ‚Äėsempre no campo‚Äô, mas √© frequente subcontratar empresas locais quando aparecem projectos que exigem um maior volume de m√£o-de-obra.
 
 Paulo Pereira
 
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opini√£o

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, sen√£o concorro!

 

Jo√£o Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria