o riachense

Segunda,
26 de Junho de 2017
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Taça Ribatejo: Atlético goleia Pego e garante apuramento

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
A Alma Negra animou mais uma vez as bancadas e já avisou: está para ficar

Segundo jogo, segunda goleada, e pela mesma marca (4-0). O Atlético Riachense tem já garantido o apuramento para a fase a eliminar da Taça Ribatejo. No grupo 4, também o Fátima garantiu o apuramento ao vencer (4-2) o Pernes.
 
Fica assim este grupo com tudo decidido, pelo que a derradeira ronda, agendada par o dia 16 de Janeiro, será apenas para cumprir calendário. Todavia, a deslocação do Fátima a Riachos decidirás quem ficará em primeiro e quem será o segundo, embora isso não tenha reflexos no apuramento, como é óbvio.
 
Quem está em dificuldades é o Torres Novas que perdeu em Tomar e fica agora dependente de terceiros pois não lhe basta vencer o Caxarias no última ronda, ficando dependente de um triunfo dos nabantinos em Ourém, por marca superior a dois golos para poder seguir em frente.
 
Nos grupos aqui mais perto o destaque vai para o Atalaiense que venceu naturalmente (2-0) o Tramagal e também já tem o passaporte para a fase seguinte.
 
Muito complicado está o caminho do Assentis que foi derrotado na capital do distrito e agora precisa de golear o U. Abrantina e esperar que o Mação faça o mesmo ao U. Santarém. (Isto para que possa ser apurado.
 
Voltando ao Atlético Riachense diga-se que no jogo frente aos pegachos, a turma alvi.negra foi sempre superior e que o Pego, treinado por Nando Costa, é uma equipa aguerrida, mas isso não chegou para contrariar o favoritismo da equipa de Mário Nelson.
 
Foto Manuel Lopes


Crónica do jogo
At. Riachense, 4 – Pego, 0

Taça Ribatejo - 2.ª jornada
13/12/2015- Estádio Coronel Mário Cunha

AT. RIACHENSE: Rui Galrinho; Gonçalo, Bernardo, Nalha, Dani, Filipe, Rito, Júlio, Mauro, Freitas e Moleiro.
Treinador: Mário Nelson. Substituições: Mauro por Diogo Vicente (54’), Nalha por Tiago Silva (65’) e Moleiro por Singéis (73’). Disciplina: Nada a assinalar. Golos: Freitas (42’ e 90’), Bernardo (45+2’) e Moleiro (45+4’).

PEGO: Caio; Tomé, Fábio santos, Bioucas, João Salgueiro, João Lopes, Perón, André Neves, Tiago Carreira, Igor e Pedro Almeida.
Treinador: Nando Costa. Substituições: Tomé por Diogo Preto (45’) , João Salgueiro por Pejó ((45’) e Perón por João Ruivo (76’). Disciplina: Amarelos par Norberto (gr suplente (45+1’) e Bioucas (70’).
 
ARBITRAGEM: Leonel Manha, auxiliado por Diogo Martinho Tiago Martinho.

Golos tardaram, mas apareceram
Sem surpresas a equipa alvi-negra levou a água ao seu moinho, sem que a aguerrida equipa do Pego tenha conseguido travar o seu inegável favoritismo.
Uma primeira parte quase toda muito sensaborona mas, à beira do intervalo, três golos de rajada resolveram a questão.
A colaboração involuntária do guardião pegacho no terceiro golo (falhou a bola e Moleiro só teve que empurrar para a baliza deserta) tornou tudo mais fácil.
Na segunda metade o jogo foi mais vivo, mas sempre com o sinal mais dos riachenses que desperdiçaram uma boa mão cheia de ocasiões para dilatar o resultado, antes de Freitas pôr o ponto final na questão.
Rui Galrinho teve pouco trabalho mas, ainda assim, foi ele que evitou o tento de honra dos pegachos, isto já na ponta final do desafio e depois destes terem desperdiçado duas boas ocasiões para marcar.
Arbitragem sem problemas de maior. Um bom trabalho.
 

 
Outros resultados:
Grupo 1: Atalaiense - Tramagal, 2-0 e F. Zêzere - Alferrarede, 5-0. Já apurados Atalaiense e Ferreira do Zêzere.
Grupo 2: Ouriense - Caxarias, 3-1 e U. Tomar - Torres Novas, 2-0. Já apurado o U. Tomar.
Grupo 3: U. Santarém - Assentis, 3-1 e Mação - U. Abrantina, 2-0. Já apurado o Mação.
Grupo 4: At. Riachense - Pego, 4-0 e Fátima - Pernes, 4-2. Já apurados o At. Riachense e o Fátima.
Outras equipas já apuradas são o Cartaxo, no grupo 7 e o U. Almeirim, no grupo 8.
No grupo 5 o Samora Correia e o Amiense lideram, ambos com 4 pontos, mas nada está garantido, pois o Rio Maior soma 3 pontos e poderá chegar a um dos lugares de apuramento. Situação idêntica no grupo 6, com o Vale da Pedra e o Glória na frente, mas o Porto Alto ainda com hipóteses de se chegar à frente.


Actualizado em ( Quarta, 16 Dezembro 2015 12:54 )  

Opinião

 

João Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?

 

João Triguinho Lopes

A grande feira de todas as contradições