o riachense

TerÁa,
25 de Abril de 2017
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Um dia para escolher os dias a seguir

Enviar por E-mail Vers√£o para impress√£o PDF

 

Domingo que vem √© dia de elei√ß√Ķes. Mais de 40 anos depois do 25 de Abril, a realiza√ß√£o de elei√ß√Ķes j√° n√£o √© propriamente um momento de grande emo√ß√£o em Portugal, tendo entrado na rotina da sua vida p√ļblica dos portugueses e da sua interven√ß√£o pol√≠tica, ao ponto de se come√ßar, pouco a pouco, a desvalorizar a participa√ß√£o eleitoral, como um gesto com pouco significado para o modo como as nossas vidas decorrem.

Infelizmente, as modas dos tempos e a inconsequ√™ncia de sucessivos governos para contribu√≠rem para uma vida melhor s√≥ t√™m refor√ßado essa ideia. No entanto, e ainda mais infelizmente, esse alheamento eleitoral tem sido acompanhado pelo enfraquecimento da nossa mobiliza√ß√£o c√≠vica para uma vida colectiva mais rica e desafiadora, por um des√Ęnimo na possibilidade de fazer do mundo um lugar cada vez melhor para vivermos.

Paradoxalmente, isso faz das elei√ß√Ķes um momento cada vez mais importante, como uma das poucas oportunidades que ainda nos restam de mostrar que tipo de sociedade queremos para n√≥s e para os nossos filhos e de que modo queremos contribuir para ela. Se pensarmos nas elei√ß√Ķes como uma escolha de quem ir√° mandar em n√≥s ou de quem ir√° fazer por n√≥s aquilo que nos interessa, ent√£o, de facto, talvez seja melhor nem perdermos tempo com elas. Mas se as encararmos como a tal oportunidade de mostrarmos que mundo gostar√≠amos que fosse sendo constru√≠do e que condi√ß√Ķes achamos que podem ser mais favor√°veis para essa constru√ß√£o, ent√£o n√£o far√° muito sentido que as desperdicemos.

Olhemos, ent√£o, para o que nos prop√Ķem as listas candidatas √† freguesia de Riachos. Ningu√©m tem, certamente, muitas ilus√Ķes acerca das possibilidades de uma Junta poder mudar o estado de quase coma em que esta freguesia se encontra desde h√° anos, nem que estas elei√ß√Ķes intercalares de dia 4 mudem radicalmente o modo de actua√ß√£o da C√Ęmara de Torres Novas. Mas tamb√©m n√£o teremos muitas d√ļvidas de que podemos ganhar novas for√ßas para nos mobilizarmos enquanto comunidade e que temos aqui uma oportunidade de pensar e discutir o nosso futuro comum e de que modo l√° podemos chegar.

Neste jornal apresentamos as propostas dos candidatos à Junta, pelas suas próprias palavras e pela ordem com que irão surgir no boletim de voto. Desejamos a todos uma boa leitura. E, dia 4, a melhor escolha na consciência de cada um.

Actualizado em ( Quinta, 29 Outubro 2015 11:17 )  

Opini√£o

 

Jo√£o Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?

 

Jo√£o Triguinho Lopes

A grande feira de todas as contradi√ß√Ķes