o riachense

TerÁa,
25 de Abril de 2017
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Caro Presidente, obrigado pelos esclarecimentos

Enviar por E-mail Vers√£o para impress√£o PDF
Como √© de conhecimento geral, a Junta de Freguesia de Riachos tem-se recusado a assinar o protocolo de transfer√™ncia de compet√™ncias que a C√Ęmara lhe tem proposto, basicamente para assumir as responsabilidades pelos espa√ßos camar√°rios (espa√ßos ajardinados, limpeza de valetas, √°rvores p√ļblicas, etc.) situados na freguesia, alegando que as verbas correspondentes ficam muito aqu√©m do que esses servi√ßos exigiriam, al√©m de haver uma manifesta desigualdade no c√°lculo com responsabilidades semelhantes na cidade, onde, pelo menos para a C√Ęmara, esse tipo de servi√ßos dever√° ser pago por valores muito mais elevados. Nesta posi√ß√£o os riachenses est√£o acompanhados pela Junta de Assentis, certamente n√£o por acaso as duas √ļnicas juntas do concelho que n√£o s√£o da mesma cor da maioria municipal.
 
Além disso, também a oposição na Assembleia Municipal, de maneira geral, considerou que as propostas de plano e orçamento apresentadas por Pedro Ferreira privilegiam de modo flagrante a cidade, desprezando o resto do concelho.
 
Afinal, parece que tudo isto n√£o passou de um erro de interpreta√ß√£o, qui√ß√° mesmo de um abuso por parte da oposi√ß√£o, do que ser√£o as verdadeiras inten√ß√Ķes do Senhor Presidente da C√Ęmara, conforme este teve oportunidade de esclarecer e de nos iluminar em extensa e, sinceramente, recomend√°vel, entrevista dada na passada semana ao Jornal Torrejano.
 
Aqui ficam, desde já, os nossos agradecimentos ao Senhor Presidente, por nos fazer ver a razão, embotada pela nossa irremediável condição de matarruanos, mal sabendo ler e escrever, pedindo que não nos leve a mal, foi sem intenção de ofender...
 
Ficou tudo agora esclarecido. Respondendo √† pergunta do jornalista sobre o que gostaria de fazer nos pr√≥ximos anos, Pedro Ferreira, com imensa paci√™ncia e elevado didactismo, l√° nos mostra como est√°vamos enganados: ‚ÄúNeste mandato, gostaria de concluir as grandes obras em curso: o Convento do Carmo, reconvers√£o da Garagem dos Claras, a obra da escola Manuel de Figueiredo, que vai dignificar o ensino, e gostaria de fazer o centro escolar de Santa Maria. Gostaria tamb√©m de deixar uma grande marca de interesse regional, ao n√≠vel do turismo e do desporto, atrav√©s da constru√ß√£o do Parque Urbano e vou fazer todos os esfor√ßos para o conseguir.‚Ä̬†
 
Ora, qualquer pessoa sem má intenção e com um conhecimento mínimo da geografia torrejana facilmente localiza estas obras entre a estrada da Má-lã e Pé de Cão, com um pequeno desvio a Valhelhas e outro a Carvalhal do Pombo, pelo que cai por terra essa coisa de que só Torres Novas é que conta e o resto é campo para semear milho.
 
Ficam por aqui os grandiosos projectos aut√°rquicos? N√£o, h√° ainda a inten√ß√£o de um novo quartel dos bombeiros (tanto quanto sabemos, previsto para junto dos Casais Pinheiros), umas coisitas para um tal edif√≠cio do Caldeir√£o (junto √†s bancas de beira da estrada onde se vendem as laranjas do Pafarr√£o), novas solu√ß√Ķes para armaz√©m, oficinas e parqueamento das nossas viaturas [municipais], e em 2015 deve ser poss√≠vel criar, finalmente, um parque para cami√Ķes, tudo isto entre as Moreiras Grandes e as Pequenas, para ningu√©m ficar com inveja.
 
Modestamente ainda refere, sem nomear mas certamente a pensar na Cova do Minhoto, umas interven√ß√Ķes nas zonas industriais, e de forma quase envergonhada a √ļnica interven√ß√£o que se situar√° em plena cidade, logo acima do Jardim das Rosas: a compra de um dos moinhos da Pena, para ver se aquilo desemperra.
 
Ainda algu√©m tem d√ļvidas sobre a m√° interpreta√ß√£o que esteve na base desta campanha caluniosa? Ent√£o fiquem l√° com uma √ļltima cita√ß√£o, em resposta a uma insist√™ncia mal√©vola do jornalista, provavelmente alinhado com os abusos da oposi√ß√£o, sobre as vantagens para a popula√ß√£o local e o equil√≠brio do territ√≥rio da constru√ß√£o do prometido centro escolar de Alcorochel / Brogueira: ‚ÄúA constru√ß√£o de um centro escolar na Brogueira iria descaracterizar o centro escolar de Santa Maria, que vai receber as crian√ßas de Liteiros e Parceiros da Igreja.‚ÄĚ
 
Obrigado, Senhor Presidente, ficamos todos esclarecidos.

Actualizado em ( Quinta, 08 Janeiro 2015 12:45 )  

Opini√£o

 

Jo√£o Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?

 

Jo√£o Triguinho Lopes

A grande feira de todas as contradi√ß√Ķes