o riachense

Quarta,
02 de Dezembro de 2020
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Ink Me é o primeiro estúdio de tatuagens de Riachos

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Leandro Silva apresentou as instalações na festa da inauguração
 
Por iniciativa de Leandro Silva, abriu no dia 17 de Maio o primeiro estúdio de tatuagens de Riachos, com o nome Ink Me.
 
Situado na Rua Entre Ruas, ao lado da loja do Zé Carvalho, bem perto do Largo, o estúdio apresenta logo à entrada uma grande pintura mural do pintor Philipe e tem como objectivo chegar a um público abrangente, quatro anos depois de Leandro ter começado a tatuar em casa.
 
Tudo começou quando recebeu um kit de aprendiz como prenda de aniversário. Às primeiras experiências de tatuador, em cobaias amigas que conseguiu convencer, foram-se sucedendo os pedidos de outros amigos e conhecidos no estúdio caseiro que montou. O ponto de não retorno, considera o jovem futebolista do União da Chamusca, foi quando uma operação ao joelho, por causa de uma lesão grave, o obrigou a um longo período parado. Nessa altura as tatuagens tornaram-se a sua principal actividade, tendo conseguido desenvolver bastante a técnica, entretanto apurada com diversos cursos de formação, incluindo na área dos piercings, acabando por se tornar uma aposta profissional na loja Ink Me. 
 
“Há muitas pessoas em Riachos que me surpreenderam, que eu pensava que eram muito conservadoras mas que afinal se mostraram muito interessadas”, confessa, optimista quanto à receptividade do público local, que em breve também poderá encontrar na loja oferta de roupa criada por artistas e marcas da região.
 
Com um preço base de 30 euros, parte importante da actividade de piercings e tatuagens será feita por marcação (918942360).

Actualizado em ( Quarta, 28 Maio 2014 12:00 )  
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opinião

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, senão concorro!

 

João Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária