o riachense

Sbado,
05 de Dezembro de 2020
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Pior a emenda do que o soneto: Supertaça do Ribatejo vai estar às moscas

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
O jogo da Supertaça entre o Atlético Riachense (campeão distrital) e o Amiense (vencedor da Taça do Ribatejo), dois dos clubes da região que habitualmente mais adeptos mobilizam, vai ter uma assistência diminuta. A razão da falta de interesse nesta final que, no conceito, deveria ser um grande jogo inaugural da época, é a dificuldade da calendarização da mesma.
As previsões dos dirigentes de ambos os clubes apontam mesmo para um cenário desolador nas bancadas do Estádio Alves Vieira, em Torres Novas, em noite a meio da semana, com chuva e frio e... um PSG-Benfica na televisão. O jogo disputa-se amanhã, dia 2 de Outubro, quarta-feira, às 20h30, à mesma hora que o Benfica joga no Parque dos Príncipes para a Liga dos Campeões.
O RIACHENSE soube que a primeira data pensada pela Associação de Futebol de Santarém foi a de 18 de Setembro, o que iria ao encontro da tradição de se realizar antes do início do campeonato distrital. Mas a data não chegou a ser agendada e depois de, internamente, se verificar que nesse dia acontecia a primeira jornada da Liga dos Campeões, a AFS resolveu marcar para 25 de Setembro.
Azar dos azares, o Atlético Riachense, que milita no Campeonato Nacional de Seniores, recusou-se a jogar nesse dia, uma vez que assim iria disputar três jogos em seis dias (no domingo, na quarta e no sábado, no domingo houve eleições). “Lembraram-se do Benfica, mas não se lembraram das eleições. Às vezes pensam mais nos clubes grandes do que nos pequenos”, desabafou Luís Carlos Dias, presidente do Atlético. O Amiense subscreveu o pedido de adiamento do Atlético.
A AFS marcou então o jogo para o dia 2 de Outubro, visto que o avançar dos campeonatos impossibilitava mais adiamentos a uma final que se refere à época passada (Supertaça 2012/13). Mas o dia 2 de Outubro é precisamente o dia em que passa o PSG-Benfica na televisão.
Amiense e Riachense concordaram com a data de 2 de Outubro, porque "já não havia outra hipótese", mas mesmo com as entradas gratuitas, as condições estão reunidas para que a festa da Supertaça do Ribatejo entre Riachense e Amiense não tenha gente a assistir, nem de Riachos nem de Amiais. “Se não arranjam outra calendarização daqui para a frente, mais vale nem fazer a Supertaça”, disse Manuel Fernando, o presidente do Amiense, reconhecendo a eterna dificuldade do encontro de datas para esta competição.
A dificuldade de calendarização da Supertaça continuará sempre a ser um problema para a AFS. Nunca foi fácil marcar uma Supertaça, porque o campeão distrital está nos nacionais, onde o campeonato começa muito mais cedo, em Agosto. Nessa altura, ainda as equipas do distrital mal começaram a treinar.
Actualizado em ( Quarta, 02 Outubro 2013 09:52 )  
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opinião

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, senão concorro!

 

João Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária