o riachense

SŠbado,
15 de Junho de 2024
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Fechou-se um ciclo

Enviar por E-mail Vers√£o para impress√£o PDF
Riachos √© diferente. N√£o sei porqu√™. L√° fora inveja-se a Banda, o Rancho ou o Atl√©tico. Mas tamb√©m o bairrismo, que j√° viveu melhores dias. Assim como o jornal, o nosso jornal, que √© √ļnico e por quem os leitores perguntam quando chega mais tarde √† caixa do correio.¬†
Os riachenses anseiam pelas not√≠cias e ‚Äúest√≥rias‚ÄĚ da sua terra. Muito mais quem est√° l√° longe. Outros pretendem¬†√† for√ßa que o jornal lhes d√™ voz como se tivesse uma varinha m√°gica para resolver todos os problemas. Mas, infelizmente, n√£o tem.
Em dez anos foram ‚Äúparidas‚ÄĚ 234 edi√ß√Ķes, nem sempre com partos suaves porque √†s vezes se torna dif√≠cil o que aparenta ser f√°cil. Esta rela√ß√£o, por vezes de amor-√≥dio, entre o poder pol√≠tico e a comunica√ß√£o social tem epis√≥dios que merecem ser relembrados. Saio de consci√™ncia tranquila e n√£o me hei-de esquecer que consegui sacar uma entrevista a um pol√≠tico da nossa pra√ßa que sempre disse que nunca haveria de ser entrevistado pelo o riachense. Mas foi, at√© porque lhe dava jeito, pois os seus eleitores e mun√≠cipes tamb√©m s√£o leitores do jornal.
Tamb√©m n√£o posso esquecer os fi√©is guardi√£es do cruzamento dos ‚Äúclipes‚ÄĚ, pois sempre que acontecia alguma anormalidade l√° iam a correr avisar o jornal. √Äs vezes apenas para dizer que o ribeiro estava preto, outra vez.
Ou o Manel P√© Leve, o Em√≠dio Grilo, o Masofi, a L√ļcia ‚ÄúMelga‚ÄĚ, o Diamantino Mendes de Almeida, entre tantos outros. A todos os leitores, directores (Manuel Lopes, Jos√© Gon√ßalves, Jo√£o Santos e Andr√© Lopes), assessores de imprensa, fontes, colegas de guerra (Farinha Madeira, Quit√©ria Sim√Ķes, C√©lia Silva e Lu√≠s Santos) e da concorr√™ncia,
muito obrigado e até breve.
Nuno Matos
 
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opini√£o

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, sen√£o concorro!

 

Jo√£o Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria